Blog

Gastos menores com jogos em 2019? Entenda o motivo

Por Jessica Gonzatto em 5 de fevereiro de 2020 às 13:57

Em 2019, os gamers tiveram gastos menores com jogos quando comparado aos últimos anos. Mas por que? Isso quer dizer que os jogos para PC ficaram mais baratos?

Essa diminuição de gastos foi resultado de uma disputa entre lojas digitais que você já conhece: principalmente a Steam e Epic Games Store. As duas plataformas protagonizaram uma verdadeira guerra de políticas e concessões que acabou uma queda nas vendas de jogos, além de também negligenciar o consumidor.

Pesquisas mercadológicas feitas pelo NPD Group indicam que os jogadores gastaram menos com games em 2019, mesmo com vários lançamentos interessantes. Conforme o analista de games Mat Piscatella, isso aconteceu muito em razão da chegada “recente” da Epic Store, que balançou a indústria de jogos.

A Epic Games Store trouxe uma nova política de exclusividades temporárias no PC, algo muito mais visto no universo dos consoles. Essa atitude levou muitos editores para perto da Epic e para longe da Steam, restringindo bastante as opções de compra do jogador.

Isso é claramente visto na ausência de lançamentos da Ubisoft na Steam, por exemplo, causando essa situação de gastos menores dentro da plataforma. Além disso, super lançamentos como Control, Metro Exodus e Red Dead Redemption 2 também chegaram primeiro na Epic Store

Control

Contudo, vimos a Bethesda renovar seu compromisso com a Steam (enquanto trabalha na sua própria loja).

Já a Electronic Arts também retornou à loja da Valve com seu lançamento Star Wars Jedi: Fallen Order.

Diante dessa situação, Piscatella afirma que o vilão da história não é a Epic Store, e sim o mercado de conteúdos para PC em geral.

Ele percebeu muitas instabilidades nas vendas e produção de conteúdos para PC em 2019.

Ainda percebemos outro fator que gerou gastos menores com jogos em 2019: a negligência, por parte das plataformas, com experiência da loja e a escolha do jogador. Muitas interfaces sofreram mudanças, impactando o usuário diretamente.

Ou seja: não houveram mais descontos ou jogos mais baratos em 2019, mas sim uma queda no mercado.

Mais previsões: o mercado de games em 2020

Imagem: The Verge

De acordo com Mat Piscatella, o cenário dos games deve mudar um pouquinho nesse ano. Confira algumas previsões do analista americano para a indústria dos jogos em 2020:

  • Assinaturas começam a impactar significativamente os comportamentos de compra dos consumidores: muitos títulos que participaram cedo dos programas de assinatura viram um crescimento orgânico nas vendas de jogos completos fora dos próprios serviços de assinatura. No entanto, isso pode estar mudando em razão do próprio serviço de assinatura. Essa tendência crescerá mais no ano de 2020;
  • Embora o crescimento do Switch tenha sido capaz de compensar alguns declínios na venda de hardware/consoles em 2019, provavelmente não veremos essa tendência continuar este ano. Todo o hardware do mercado deve sofrer quedas ao longo de 2020. Também é esperado que as vendas de acessórios e novos softwares para jogos completos caiam durante esse período, pelo menos até a chegada do Nintendo Switch;
  • Portanto, apesar dos declínios ano após ano, o Nintendo Switch liderará o mercado de hardware;
  • VR imersivo em jogos finalmente ganha impulso: o crescimento em Oculus Quest, o lançamento de Half-Life: Alyx e o vigor renovado em torno do lançamento do PlayStation 5 devem finalmente trazer a imersiva VR dos jogos para uma notável tração no mercado;
  • Jogos em nuvem (cloud gaming) continuam a enfrentar problemas: embora Piscatella espere que o xCloud da Microsoft comece a se estabelecer como uma adição valiosa à lista de serviços do Xbox, e o PlayStation Now ganhe mais ênfase da Sony nas mensagens que levam ao lançamento do PlayStation 5, ele não consigue ver outras iniciativas de jogos em nuvem ganhando presença significativa em 2020. Os muitos desafios giram em torno de infraestrutura, conteúdo e preços para permitir que esses serviços concorrentes façam grandes avanços no mercado.

E você, o que espera do mercado de games de 2020? O que achou das quedas no consumo de games no ano passado? Conte para nós!

Fique atualizado

Não perca nossas atualizações e novidades!