Blog

6.500 jogos do Windows no Linux? Project Proton permite!

Por Jessica Gonzatto em 22 de abril de 2020 às 16:47

O Project Proton, ferramenta da Valve, já disponibilizou mais de 6.500 jogos do Windows para quem utiliza o sistema operacional Linux.

Para quem não conhece, o Project Proton foi desenvolvido pela Valve Software justamente para que games do Windows pudessem ser jogados no Linux através da queridinha Steam.

De acordo com o ProtonDB (um portal de dados e informações de jogadores que testam jogos no Linux e fornecem pontuações sobre o desempenho), mais 6.500 games funcionam perfeitamente no Linux, sem precisar de modificações.

Portanto, o ProtonDB funciona vinculado à Steam e depende do feedback dos jogadores, que reportam erros e outras informações pertinentes sobre o funcionamento dos títulos.

Ainda de acordo com os relatórios do ProtonDB, um bom número de games que não estão na “lista branca” e comprovada da Steam pode ser reproduzido no Linux tão bem quanto no Windows.

Até o momento, o portal de dados conta com 78.240 relatórios e 12.871 jogos citados.

Atualmente, mais de 100 jogos estão conseguindo obter compatibilidade completa com Linux a cada mês.

Por exemplo, dos 1000 melhores jogos da Steam, 67% funcionam perfeitamente após alguns pequenos ajustes.

Games mais populares do Project Proton

Entre os jogos mais populares que podem ser jogados através do Project Proton, você encontra: PUBG, Counter-Strike: Global Offensive, Dota 2, GTA V e Tom Clancy’s Rainbow Six Siege.

Games que receberam boas notas

Outros games que ainda não estão oficialmente na lista de permissões da Steam Play, mas que mesmo assim receberam relatórios positivos dos gamers no ProtonDB incluem:

  • The Witcher 3: Wild Hunt;
  • No Man’s Sky;
  • The Elder Scrolls V: Skyrim;
  • Sekiro – Shadows Die Twice;
  • Hitman 2;
  • Hellblade: Senua’s Sacrifice.

Essa amplitude enorme de opções anima gamers de todos os estilos e preferências. Para saber mais sobre os games testados pelo ProtonDB, clique aqui.

The Witcher 3

Curtiu a notícia? Já experimentou o Project Proton? Comente conosco!

Fique atualizado

Não perca nossas atualizações e novidades!